terça-feira, 5 de maio de 2009

STURM UND DRANG

(foto de Herickson Laurindo, abril 2009)

Rio de janeiro, em fevereiro, março, abril e maio. Rio que corre e eu quase em vinte nove. Adolescer da vida adulta.
Remar e rimar sobre sonhos e desejos; concreto e o que se renova, sempre em descobertas: corpo, mente, alma e calma. Agora, rio da ansiedade de outrora.
Bebo a vida devagar para saborear cada gole que escorre. Como o rio.
Só rio e choro menos, mesmo sabendo que dentro de mim continua água que vez em quando transborda em lágrima.
Decisões e decidida, virou mulher a menina. Liberdade e conquista.
Rio que vira asa, rio que vira casa, retorno de saturno.
Deixa eu ver, deixa chover porque a água purifica a alma. Ímpeto e tempestade e o tempo que não para.
Por isso navegar, navegar...

23 comentários:

efvilha disse...

Andei por aqui e você nem me viu.
Viu agora, que passei por aqui?

Beijo de Paz.

Salve Jorge disse...

Como disse o Paulinho
Não sou eu que me navego
Que me navega é o mar
Mas certamente é ímpar
Sua arte de navegar
Não nego
Lindo teu caminho
Aliás acho até que me apego
E só sossego
Depois de espiar um pouquinho
Esse teu cantinho
De menina mulher
Capaz do que quiser
E de algo mais
És o mais belo cais
Para se admirar o mar...

Gazeta na net disse...

Olá amiga,
São estes estados de alma que se alteram ao longo do rio que fazem quem somos.
Fica bem
Beijos perfumados

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Juliana, bela fotografia...belo texto...
A Esperança é sempre uma luz que nos guia e uma força que nos puxa....
Beijos

Olavo disse...

Adorei a foto..
texto e fotos bem alegres.
Beijão

Flavio Ferrari disse...

Que a tua felicidade seja do tamanho desse sorriso ...

O Profeta disse...

A maresia adormeceu na areia
O mar transformou-se em espelho de água
Uma nuvem mirou-se nele
Verteu uma última gota de mágoa

Este sol que beija a ilha na manhã
Traz um sorriso cheio de mistério
Este verde orvalhado pela bruma da noite
É o tapete de um Deus no seu império




Bom fim de semana


Doce beijo

Mr. Almost disse...

Que belo!...

Sonhei com o calçadão da Av. Atlântica, uma mesa verde, um côco com palhinha, uma palhinha, o gosto fresco da água na boca.

Beijos!

(Pensamento repetitivo: Você é muito linda)

Késia Maximiano disse...

Q sorriso gostoso de se ver...
Beijo grande

manoela disse...

vc está linda ju, na adolescência da vida adulta :) bjos

Renato de Mattos Motta disse...

navegar navegar
no mar do Rio
lagoa de emoções
olho-d'água
poça
de desejos...

MENSAGENS AO VENTO disse...

________________________________

...belo texto! Gostei de ler...


Beijos de luz e o meu especial carinho!!!

(a foto está linda!)

Zélia (Mundo Azul)

________________________________

Tiago Moreira disse...

Muito musical isto, como água que corre solta do rio para o mar, lindo!

Já morei no Rio há doze anos atrás, é uma cidade incrível, mesmo com todas as contradições que uma cidade grande tem.

Sempre bom passar por aqui, beijos.

=]

Olavo disse...

Passando para desejar uma ótima semana
Bjos

Luis Gomes disse...

O Rio envolve o rio dos teus sentimentos. Andou por lá. Amei as fotos. Beijos

rm disse...

Ué, vai se mudar pro Rio? Doutorado?

meus instantes e momentos disse...

vim conhecer teu blog. Gostei daqui.
Tenha um feliz final de semana.
Maurizio
* ia dizer que vc é uma linda mulher, mas vi tantos dizendo o mesmo, que prefiro calar...

adenilson disse...

navegar navegar
evoluir
evoluir.
prabens pelo texto lindo.



voltei com alegria e pimpacidade.
espero que goste das atualizações do
www.bagageirodocurioso.spaceblog.com.br

e ótima semana.
se cuide
abraço!

. fina flor . disse...

que foto mais liiiiiiiiiiiinda.

você veio e nem me falou, é? =P

beijos e boa semana, flor

MM.

maredemimmesmo disse...

Ju . . .
Valeu, muito obrigado por despertar coisas legais em mim. Tu é demais. beijão ! ! !

Guilherme F. disse...

Volto como a abelha à regressa flor. Bebo o nectar das palavras e faço o caminho de volta mais rico.
Agradeço a passagem.
Bj
Gui
coisasdagaveta.blogs.sapo.pt

cheguevara disse...

ser un rio, y no volver más.*
abraccio
CHE

Oliver Pickwick disse...

Mais que uma reflexão, é como se conversasse consigo própria. E o melhor é que, presume-se, na chegada aos vinte e nove o seu saldo de vida é positivo, ou, no dizer dos economistas, está no azul.
Um beijo!