sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

2011 (para Fábio e Téo)



Café. Com fé, amanheço. E o sorriso da criança traz a luz de todo dia. Toda semana, todo mês e toda a vida. Colorida. Simplicidade de fazer tudo valer. Poesia até na prosa, até sem rima. Eu nino ele e ele me mima. Entardeço e Jogo ao universo tudo o que posso e sei. Mínimo. Uma hora, ele, infinito, devolve o que eu nem imagino. Pimenta à noite e anoiteço. Uma noite, outro dia...

6 comentários:

Salve Jorge disse...

Em tão boa companhia
Tudo exala certa magia
A felicidade é tanta
Que contagia
Tem primazia
Dessa gente infanta
Graça que canta
Todos os males espanta
E faz pleno
Cada dia...

P.s - Só vou discordar das camisas tricolores... rs

Luara Q. disse...

Olá, tudo bem?
Por favor, TODOS OS TEXTOS DESSE BLOG SÃO MEUS http://danilocechinatto.blogspot.com/
ME AJUDE! DEIXE UM COMENTARIO PARA QUE O MESMO SEJA EXCLUIDO.
PLAGIO É CRIME, E VC COMO ESCRITOR DEVE ME ENTENDER!!
OBG, LUARA!

João Moreira disse...

Ola anjo,
Sorrisos contagiantes, de felicidade espero, quadro lindo amiga
Beijinho doce
Fica bem

Tod(as) palavras disse...

quanto alegria e sentimento, quanto amor se entranha, lindo post, Juliana, por isso a vida é sempre vida. meu abraço carinho em todos vocês. (ah...o Martin, ele ainda caminhará muito...)

Anônimo disse...

I seldom leave comments on blog, but I have been to this post which was recommended by my friend, lots of valuable details, thanks again.

lin disse...

pretty good post. I lawful stumbled upon your blog and wanted to command that I get really enjoyed reading your blog posts. Any condition I’ ll be subscribing to your maintain and I hope you despatch again soon wedding dress.