sábado, 12 de maio de 2012

MOVIMENTO

(Foto na minha casinha, quando Téo ainda era pequenino, em homenagem ao dia das mães)

Nunca sei se algumas coisas na vida são sonhos ou premunições. Sei que aprendo com os outros. E aprendi a não me ver pelo interior dos outros; cada um guarda em si a sua casinha. Por fora sim, espelhos. Guarda- roupas e espelhos... assim somos e nos temos nos outros: ver por fora, guardar por dentro. Cada um tem sua casinha. E as coisas se constroem. Primeiro em ideias, depois em palavras, e, enfim, em matéria. Casa, espelhos, guarda-roupas. Somos muito mais que matéria, eu sei. Mas quando as coisas se materializam é que podemos ver a força dos nossos desejos. Ou dos nossos medos. Me espelho em outros, sim. Mas cada qual com seu guarda-roupa, com o que guarda em si, com a sua casinha. Portas fechadas para as ansiedades e abertas, alma forte, para o mundo. Porque o tempo só revela o que é essência. Como quando escrevo: não por ego, não por medo, não por solidão ou por desabafo. Simplesmente porque sou, porque amo. Palavras. Janelas da minha casinha.

4 comentários:

silvioafonso disse...

.


Eu juro que não estou perdendo
o fôlego. Juro que tenho, ainda,
muito por dizer e para aprender.
Que o meu amor é tão grande e
bonito que eu precisaria renascer
a cada instante para provar o
quanto eu gosto de você.

Tô seguindo o seu blog e me fa-
ria feliz saber que você está
seguindo o meu.

Palhaço Poeta





.

Bruna Assagra disse...

Sinto falta da sua essência no mesmo ambiente. Tudo isso que descreveu é fácil perceber em sua companhia... É o perfume do silêncio da sua presença, simplesmente porque você sente, que faz toda diferença.
Ju, você é uma das maiores inspirações para a professora que eu sou hoje. É incrível o tamanho da doçura que descobri em mim, do tratamento com afeto e honestidade, que apreendi de você.
Obrigada.

Virginia Rosa disse...

Delicado e profundo. Muito bom ter encontrado essas suas palavras. Grande abraço!!!

Antonio Cícero da Silva(Águia) disse...

Fantástico escrito. É a perfeita inspiração, no papel... Parabéns e abraços...