segunda-feira, 12 de novembro de 2007

DO TODO E DAS PARTES



(Circo de Verão Tim/Nókia 2005)

Hoje só quero dizer boa noite e me deitar. De repente tudo muda; salto quântico. Nem silêncio, nem respostas; só surpresas. E a melhor surpresa é nada. Poder viver com a mente vazia de anseios, o coração livre de desejos e o corpo distante das cobranças. Andanças que revelam: não há passado que se compare ao presente. Mudanças. Acontecem constantemente, isso é fato, isso é o momentum que aprendi na física quântica. Tem um poder de mulher que só aparece com o tempo, algo precioso, que ainda não entendo... Mas sinto que bom é ter as coisas e melhor é saber quando abrir mão delas. Porque há momentos que se avança tanto que o recuo é a melhor saída. Vida.

5 comentários:

Luis Gomes disse...

Fiquei a pensar nessa expressão inacabada de vida, nesse sentimento seu que se renova entre as incertezas e a certeza de tocar no céu da vida. Beijo

E.R.L. disse...

lindaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!

FINA FLOR disse...

que foto liiiiiiiinda!!!

o que vc estava fazendo?

adorei, adorei.

beijos, bela

MM.

ps: busco esse prazer de sentir nada, no momento, de apenas absorver as surpresas..........

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Juliana, gosto de seu texto e também da bela fotografia !
Beijos

Legman disse...

I love ALL the photos of you. I took a lot for my file, but this is really good !