terça-feira, 8 de abril de 2008

Sem palavras

Um pingo cai
Procuro poesia
para me inspirar

Não há.

Hoje cabe
Só um
Haicai

13 comentários:

Fernando_Niero disse...

pode haver poesia até onde parece não haver
:)

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Juliana, como está você hoje?
Ante a firmeza de caracter e decisão...NÃO Existe o impossível.
Beijos

Fernando Rozano disse...

quem escreve assim, não precisa de inspiração, já a possui. bela escrita. beijos.

Tiago Moreira disse...

O pingo
Que aqui cai
Inspira-me

E mais um
Raio cai

Beijos moça talentosa, mesmo quando sente-se sem isnpiração, tem o dom de inspirar-nos.

Mr. Almost disse...

Olá!

Com que então você é a Juliana! Prazer!

O RM já me havia falado de você, revelando coisas boas e escondendo outras (igualmente boas): que olhos!

Visitar-te-ei mais vezes... Coloque mais uma chávena de chá sobre a mesa e um bolinho com um haicai escondido.

Beijo.

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querida Ju, mesmo sem palavras e lindíssimo...
Beijinhos de carinho,
Fernandinha

rm disse...

Ei Juliana,

fico feliz que pessoas que prezo e estimo, como K, Eliana Mara e Mr Almost tenham descoberto seus escritos e um pouco de você.

Olha, com ou sem inspiração, tudo o que você escreve, quanto eu pude ler aqui, parece-me muito autêntico e sensível. Continue assim.

Oliver Pickwick disse...

Tamanho não é documento, um haicai pode ter mais conteúdo que um poema.
Um beijo!

Luis Gomes disse...

Com seu haicai, sua poesia vou dormir. Gostei. Beijos

Ju disse...

RM, Sr Almost e outros Misters Ms que aparecem em minha página:
Obrigada pelos recados! Oxalá eu consiga um dia respondê-los diretamente!!!
beijos, com mais xicáras de chás e porque não taças de vinhos nessa mesa do tudoazulzinho!
;-)

Vieira Calado disse...

Amiga, mas um aikai também é poesia!
Beijinhos

Sr do Vale disse...

Um pingo que cai
revela a poesia
Nos olhos da poetisa.

Mr. Fart disse...

Estou absolutamente impressionado. Você é capaz de fazer poesia de tudo! Você simplesmente vê o mundo diferente e magnificamente...
Cassiano Ricardo não fez melhor.