sábado, 4 de outubro de 2008

TRÊS PONTOS

(hehehe... bem preguiçosa, entre cobertas, sem maquiagem e feliiiiiiiiiiiiz!)

Um tempo flutua no relógio outro escorre na janela. Na cabeça, nas emoções, na história de vida tudo se mistura como os ingredientes mais gostosos para o bolo mais doce. Isso! Eis a metáfora certa para o dia de hoje...dia no qual, aliás, inventei um doce também muito gostoso. E como com texto poético também se faz receita, lá vai: grelhei uma banana e ralei um pedaço de chocolate amargo nela ainda quente. Só isso. Simples e perfeito, como quase todas as coisas que são simples e perfeitas, como forrar a cama com cobertor de pêlo em dia frio.
Adoro doces, adoro me maquiar, adoro ver gente, adoro fazer mil coisas, adoro tudo ao mesmo tempo agora. Mas hoje o tempo escorre pela janela e me harmonizo com a chuva: é bom ficar em casa, só, com casaquinho de lã, sem maquiagem, devagar e quentinha como a lindeza de vovó. Ler, ver filmes, fazer tudo que ficou pendente, que incomoda porque nunca tenho tempo para fazê-lo.
Hoje o tempo sobra, flutua, escorre. Músicas, lembranças, sonhos são sempre presentes, mas hoje tenho mais tempo, porque hoje o tempo é o maior presente. Tempo nuvem, tempo sonho, tempo tempo, tempo cheiros, cores e doces. Tempo flor, amor, paixão, calma e também tempestade. Ímpeto e tempestade, eu diria se fosse tempo de romantismo alemão.
Tenho tempo, sempre o tenho, mas hoje ele é tão meu que é imensurável porque é, porque passou, porque virá, porque é infinito. Para mim, para ti e para sempre.

10 comentários:

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Juliana, belo post. Não há nada que encante tanto como a sinceridade e a espontaneidade, que são peculiares das pessoas de talento...
Beijo

cheguevara disse...

banana*
chocolate amargo*
y el tiempo, que es tuyo*+
que más se puede pedir?
abraccio
CHE

Tiago Moreira disse...

Lindo texto, com cheiro de bolo quentinho e gosto de banana com chocolate amargo, dialético contraponto.

Beijos.

Salve Jorge disse...

Gostei de ver
Esse seu lado doce
Nesse tempo manso
Vou tornar a aparecer
Que pelo visto não canso
Docê
Desse infinito
Desse tanto bonito
Que transborda de você...

Salve Jorge disse...

Pois saiba dona feliz
Que quando há um chamariz
Pra minha poesia
Faço uma gota virar oceano
Faço música do mundano
Basta inspiração
Como a sua simpatia
Que caudaloso
Em profusão
Faço pouso
Na tua atenção
E com primazia
Um tanto mais ouso
Nessas suas belas cercanias...

Anne Petit disse...

ju!!!!!!!!!
A banana economizou o pouco tempo que eu tinha para alimentar o corpo, e alimentou rapida e deliciosamente a alma que já saiu correndo à manter a rotina.
Bjussss
Ane

Sonhadora... disse...

É sempre bom tirarmos um tempo prá nós...alimenta o coração.

bjos!

Celine disse...

E só nós sabemos a importância de nosso tempo. De como usamos pra tudo ou pra nada.
beijos, e aproveita bem

*** Cris *** disse...

Olá!
Adorei sua espontaneidade, adorei a foto tb...rs e banana com chocolate deve ser show...rs.
Um abraço!
Bom fim de semana!

Késia Maximiano disse...

Q doce...
Muito lindas as tuas palavras... Gostei da sintonia entre elas...
Bjs